Incoerências

Coerências, Incoerências

Cristina Panella Colunas Leave a Comment

Um bom profissional deve, a meu ver, conseguir comunicar-se de maneira eficaz com seu interlocutor. E “eficaz“ significa que a linguagem utilizada por ambos deve atingir um grau de similaridade que não deixe dúvidas sobre os enunciados. Esse é o objetivo central quando tratamos de Pesquisa em Comunicação Corporativa, pois constitui um dos pilares da garantia que os estudos ou pesquisas realizados serão compreendidos – e portanto terão maiores chances de serem utilizados.

A mesma necessidade – estabelecimento de um patamar comum no vocabulário é ainda mais premente na discussão do briefing de uma pesquisa. E é bom lembrar que a responsabilidade pela busca desse patamar comum é do profissional técnico: cabe a ele explicar em bom português os alcances e limites das técnicas possíveis, permitindo que o interlocutor visualize, antes mesmo da contratação, o tipo de resultados que obterá, evitando quaisquer ilusões.

O profissional de comunicação busca, antes de tudo, a coerência. Coerência na forma empregada para a avaliação de meios de comunicação pelo público interno, por exemplo, nas razões apontadas por seus clientes quando explicam a preferência pela sua marca em detrimento de outras, etc. Enfim, coerência na percepção que seus diversos stakeholders têm de sua empresa.

Já o profissional de Pesquisa em Comunicação Corporativa buscará, ouvindo os diferentes stkeholders, antes de tudo, as incoerências. Discursos deslocados das mensagens-chave, práticas distantes ou mesmo contrárias às recomendações, consumo diferenciado entre pessoas de mesma classe social, etc.

Com o perdão do trocadilho, não há nada de incoerente nisso. A Sociologia nos ensina que os grandes insights se dão quando identificamos comportamentos heterogênos (“incoerentes”). Isso porque somente o heterogêneo nos revela indicar condições de mudança.

Tire partido dessa visão de mundo diferente dos dois tipos de profissionais. Afinal, se é verdade que o profissional de pesquisa é, por vezes, portador de más notícias, também é verdade que é da discussão do desejado confrontado ao real que saem os melhores insights.

Breve apresentação da Cristina Panella Planejamento e Pesquisa. Venha tomar um café para conversarmos sobre suas necessidades.


Para conhecer o escritório do Grupo Attitude e a Galeria de Arte Urbana (25 grafiteiros), faça uma visita virtual!


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *