MEDI

Medir continua fundamental

Cristina Panella Colunas

Quando o crescimento desacelera ou eventos ocorrem interferindo no ritmo econômico do país, as empresas debruçam-se sobre seus custos com a missão de enxugar, ao máximo, suas estruturas internas e externas, na busca de uma maior eficiência operacional. É justamente nesse momento que a qualidade do MANAGEMENT, que se torna explícita por meio das escolhas efetuadas – faz a diferença, porque diferenciam custo de investimento.

Os estudos produzidos com base em pesquisas contribuem para que as equipes gerenciais estabeleçam parâmetros objetivos para a projeção de novas metas, na medida em que saber a variação entre uma medida e outra, sempre analisadas em função da qualidade e quantidade de investimentos realizados, é condição para projetar a velocidade e a dimensão que a empresa poderá alcançar no futuro. Os resultados obtidos permitem, portanto, gerenciar de forma planejada e com foco absoluto nos resultados.

Instrumento por excelência para o conhecimento do consumidor, a pesquisa produz um tipo de resultado que não se pode desprezar. Os fatores de decisão da compra – estudados continuamente pelos profissionais da área – sempre incluem elementos explicativos das escolhas efetuadas pelos consumidores. E, aqui, a pesquisa de opinião e a de mercado se encontram, quando o peso da imagem da marca como fator decisivo nas compras de serviços ou produtos efetuadas pelos consumidores é colocada em evidência.

O empresário encontra na pesquisa a forte aliada, que chega, inclusive, a desafiá-lo quando a lógica dos fatos contraria a dos desejos empresariais.

É investimento, portanto. E vale muito. Não se pode considerá-la como custo e substituí-la pelo “achismo”.

Temos que continuar a medir, estabelecer parâmetros claros, trabalhar com indicadores e índices, principalmente quando os custos precisam ser apertados.

Por essa razão, a PESQUISA, em seus diferentes gêneros e áreas – mercado, opinião e imagem – é um dos investimentos que merecem ser ampliados ou, ao menos, preservados em função do suporte que traz para o gerenciamento eficaz. Trata-se da única abordagem capaz de medir, efetivamente, os resultados das ações empreendidas na medida em que relaciona os resultados com as metas originalmente estabelecidas, deixando claro o acerto – ou o erro – das decisões sobre as somas investidas e ações empreendidas.

Breve apresentação da Cristina Panella Planejamento e Pesquisa. Venha tomar um café para conversarmos sobre suas necessidades.


Para conhecer o escritório do Grupo Attitude e a Galeria de Arte Urbana (25 grafiteiros), faça uma visita virtual!