img-artigo-newsletter-jul15

Superar a Especialização: em busca de análises transversais

Cristina Panella Newsletters

A especialização do conhecimento torna difícil a comunicação entre as diferentes áreas das empresas e instituições tanto no sentido horizontal – caso típico de zonas delimitadas pelo uso de jargões – como no vertical, cujo exemplo maior são dificuldades experimentadas na maioria das vezes em que um parceiro ou fornecedor técnico é chamado a contribuir.

Atenta às transformações sociais e às necessidades de informação analítica, a CPPP criou uma área de análise de tendências denominada Observatório que abriga estudos contínuos sobre temas de relevância que expliquem e antecipem tendências.

A manutenção, conquista e ampliação dos mercados existentes pressupõem um trabalho consistente e contínuo sobre duas vertentes principais: a imagem da marca e seus mercados. Para tanto, empresas e instituições cercam-se de inúmeros dados: clippings, pesquisas, publicações técnicas, etc… muitas vezes duplicados nos diferentes departamentos e áreas. Verdadeiros “bandos de dados” as informações coletadas acumula-se em repositórios raramente visitados.

A atual disponibilidade de dados, no entanto, exige que sejam adotadas estratégias flexíveis baseadas em informações claras sobre a circulação do conhecimento social assim como sobre as metodologias de coleta utilizadas. A partir daí pode-se preconizar o uso de técnicas de análise que não desprezem a alteridade (a visão do outro) e sejam capazes de produzir conhecimento sistematizado diariamente, semanalmente e mensalmente sobre os movimentos e tendências gerados pelas transformações sociais expressos nas diferentes plataformas de comunicação.

Com esse propósito desenvolvemos o Observatório do Conhecimento 3D que consiste em uma análise multidimensional da exposição da marca da empresa ou entidade nas diferentes plataformas.

Postulando que a imagem da empresa ou instituição tem seu núcleo apoiado no tripé da exposição nas mídias tradicionais (incluindo rádio e TV), mídias e redes sociais e no meio digital, o Observatório do Conhecimento 3D permite que, a estas, sejam agregadas análises provenientes de dados secundários (desk research) assim como dados primários, ou seja: pesquisas ad hoc realizadas, de forma modular mas sempre integrada.

A metodologia desenvolvida, para além da análise diária ad hoc, especifica um conjunto de pesos para as diferentes variáveis descritivas, temas e subtemas identificados, assim como para as plataformas utilizadas, propiciando o cálculo de indicadores (por plataforma) e índices temporais apresentados em série histórica.

O objetivo principal do OBS 3D é o de oferecer à empresa ou instituição um instrumento sintético, calculado a partir da análise transversal da exposição da marca, aportando indicadores por tipo de exposição além do índice sintético.

O painel sintético é apresentado sob a forma de um dashboard para o gestor, com valores calculados a partir da análise da exposição da marca, apresentando indicadores por tipo de exposição além de um índice sintético.

aplicHABILIDADE




Nesse mês de abril, tomamos a liberdade de iniciar a discussão sobre um produto exclusivo da Cristina Panella Planejamento e Pesquisa – O Observatório do Conhecimento 3 Dimensões, por acreditarmos que se trata de uma metodologia cujas características estimulam o diálogo entre profissionais de comunicação e pesquisa.

Apresentamos aqui nossos parceiros nessa empreitada cuja dedicação contínua têm propiciado o desenvolvimento e sucesso do Observatório 3D.

Quer conhecer mais? Fale com a gente!


Empresa que oferece um produto de monitoramento por meio de um serviço que combina conteúdo +software, dando suporte à gestão empresarial e tratamento de informações. Com alta confiabilidade na captura e tratamento da informação além de velocidade, o serviço oferece ainda opções técnicas de comunicação em direção a diferentes públicos.


Empresa dedicada ao desenvolvimento de métricas e análises das relações entre as mídias tradicionais e as redes sociais, dirigida por Marcelo Molnar, consultor no mercado da Tecnologia da Informação por 18 anos.


Traz métricas qualificadas sobre o comportamento anônimo e agregado de mais 500 mil usuários na Internet (Compromisso auditado globalmente pela PricewaterhouseCoopers) que compõem o painel no Brasil (painéis sindicalizados, opt-in), cuja privacidade é totalmente respeitada em conformidade com as leis nacionais e internacionais.

Breve apresentação da Cristina Panella Planejamento e Pesquisa. Venha tomar um café para conversarmos sobre suas necessidades.


Para conhecer o escritório do Grupo Attitude e a Galeria de Arte Urbana (25 grafiteiros), faça uma visita virtual!